Categorias | Notícia

Os Ônus do Lockout da NFL 2011

Postado dia 08 de abril de 2011 por Pedro Martinez

A possibilidade de não acontecer a Temporada 2011 além de afetar a credibilidade do milionário campeonato pode acarretar também em prejuízos a grandes empresas. Entenda mais sobre isso no texto de Paulo André Zarpello publicado no Snap! Futebol Americano abaixo:

Não é fácil medir quem é mais prejudicado: NFL, jogadores, comércio ou fãs. Caso haja greve, o norte-americano vai sentir o reflexo no bolso. Achei uma lista em um site de investimentos que apresenta os possíveis seis primeiros prejudicados pelo lockout:

1 – TV: De acordo com o “Bloomberg News”, a maior empresa de tv por satélite (DirecTV) pode perder mais de U$600 milhões este ano. Além da grana perdida com as assinaturas, mais de U$100 milhões em propaganda deixarão de entrar no caixa. As outras TVs (CBS, FOX, NBC e ESPN) também vão perder em anúncios e retransmissões. A ESPN pode ser mais prejudicada por conta do Monday Night Football. Em 2010, dos 100 eventos esportivos mais assistidos na TV estadunidense, 65 eram de futebol americano.

2 – Video Game: A votação para capa do Madden 12 está aberta. Isso significa que vai ter jogo, certo? Certo! Geralmente o jogo começa a ser vendido em agosto, pouco antes da NFL começar. Sem NFL, você acha que as vendas vão bem? Analistas afirmaram que a EA terá queda de 50% nas vendas, prejuízo de U$165 milhões.

3 – Turismo: Jogos=torcedores=gastos. Desde as vendas de “lembrancinhas” até a rede hoteleira terá prejuízo. Um pessoal do “Minneapolis Downtown Council” estimou uma perda de U$9 milhões por jogo em casa. Multiplicando por oito jogos: U$ 72 milhões. E olha que o Vikings não vai muito bem das pernas…

4 – Alimentos: Vamos resumir alimentos em “chicken“. A carne de frango/galinha é a mais consumida durante a NFL. De acordo com o “National Chicken Council”, os fãs consomem de 2 a 4 mil toneladas de carne de frango entre quinta e segunda, durante a temporada da NFL. Só no Super Bowl, 450 milhões de “asinhas” são consumidas. Muita carne? Talvez. Eu diria: muitos fãs.

5- Bebidas: O primeiro golpe ia direto para Gatorade. Além de ser a bebida oficial da NFL, sem jogos, não será lucrativa a parceria com a liga. A empresa recebe, em média, U$45 milhões por temporada. As marcas de refrigerantes e cervejas também serão prejudicadas.

6- Marcas esportivas:
Algumas marcas podem deixar de aparecer na TV. Isso significa. Rebook, Nike e Adidas que se cuidem. Em 2009 (pesquisa mais recente), o americano gastou U$8 bilhões em materiais esportivos, dos quais 2,5 eram em futebol americano. “

Leave a Reply

Anuncie Aqui

Fotos no Flickr

Veja + fotos

Anuncie Aqui
Curta o Diggers no FacebookAdicione o Diggers no Orkutsiga o Gravediggers

.

Fãs no Facebook