Arquivo | março, 2011

Tags: ,

Gravediggers luta para chegar ao campeonato nacional

Postado dia 31 de março de 2011 by Pedro Martinez

A falta de patrocínio impede Campo Grande de ter um representante no campeonato nacional.

O Gravediggers, de Campo Grande/MS, não irá disputar nenhuma competição de nível nacional por falta de patrocínio.

O técnico de linebackers André Earp, eleito pelos Diggers o jogador destaque, bate um papo conosco.

Há quanto tempo você joga FA?
Desde quando o Gravediggers foi fundado, em 2008.

Como você se inseriu nessa modalidade?
Um grande amigo meu, Bruno Damus (conhecido como “O Idiota”), ficou sabendo sobre a formação de um time de FA aqui em Campo Grande e me contou. Como entusiasta do esporte, me prontifiquei a participar das reuniões que dariam início ao glorioso Gravediggers. Após a reunião marcamos o primeiro treino, e daí pra frente foi só alegria.

O que representa os Gravediggers para você?
Como um time de futebol representa paixão para a maioria dos brasileiros. O Gravediggers representa paixão e orgulho por um esporte pouco praticado no país. Acima de tudo a amizade com os outros atletas que tanto se dedicam nos treinos e confraternizações deste jovem glorioso time. E para quem sabe o verdadeiro significado da palavra amizade, companheirismo, sabe que isso a gente não troca por nada. Isso é amor. Esse é o Diggers, um time para toda a vida.

Qual a responsabilidade de ser eleito o jogador destaque da equipe?
Bom, primeiramente gostaria de dizer que todos os jogadores são destaque. Seria injusto ser “eleito” dessa forma, afinal, é um esporte coletivo, onde todos dependem de todos. Somos atletas amadores movidos por paixão pelo esporte, todos se esforçam nos treinamentos duros e sendo assim todos merecem esse “posto”. Porém, ao ser escolhido como referência, sinto que devo ajudar ao máximo o time e me dedicar sempre mais, inclusive na ajuda com os que precisam. Sempre ouvindo críticas e buscando melhorar o time como um todo. Obrigado a todos que acreditam no Gravediggers e depositam seus esforços para que o time cresça e evolua no cenário nacional.

Quais seus planos como jogador para 2011?
Pretendo me aprimorar fisicamente e tecnicamente para ajudar o time no máximo que eu conseguir. Participar de amistosos com times de qualidade (infelizmente não temos outros times aqui) e equipar o time para que participemos o mais breve possível de um campeonato nacional, onde mostraremos a força dos GRAVEDIGGERS para todo o Brasil.

O Gravediggers foi fundado em 3 de fevereiro de 2008 em Campo Grande. A primeira equipe de Futebol Americano do estado de Mato Grosso do Sul. Cinco jovens que já acompanhavam há bastante tempo a modalidade pela televisão, resolveram se juntar com mais atletas para formar o time. E esse encontro se deu por causa de uma das transmissões da modalidade pelo canal ESPN, quando o narrador Everaldo Marques leu ao vivo um e-mail mandado por Sílvio Torres, convidando outros fãs do esporte campo-grandenses para praticar.

O primeiro treino aconteceu no dia 29 de Março de 2008 no estádio Morenão, em Campo Grande. Estiveram presentes 16 atletas. Para manter um contato maior com o público e incentivar a adesão de novos atletas, houve a iniciativa de se realizar um treinamento aberto, pelo menos duas vezes por mês, específico para pessoas que queiram conhecer o esporte. No ano seguinte, em 12 de outubro de 2009, os Gravediggers passaram a ser uma associação legalmente constituída.

Diretoria do time:
Presidente – Marcelo Alves Batista; Vice-presidente – Mario Sergio Arakaki; Diretor Financeiro – Guido de Andrade Guandini; Diretor de Marketing – Guilherme Hollo de Andrade; Diretor Técnico – Gilmar Simioli Junior; Secretário – João Vaz Guimarães Filho.

Coordenação Técnica:
Ataque
Coordenador de Ataque: Carlos Henrique (Rotweiller)
Técnico de Linha de Ataque: Kenneth Correa
Defesa
Técnico de linha de ataque: Daniel Freitas
Técnico de Linebackers: André Earp
Técnico de Corners e Safeties: Guilherme Hollo

Parcerias:
Atualmente, a equipe conta com três parceiros: “Gestão Ativa” (Soluções para informática) que gerencia o website da equipe, “Gol de Placa” (Formação de jogadores de futebol) que disponibiliza o local para os treinamentos e a “Wizard Idiomas” que fechou a parceria para os amistosos locais no ano de 2011.

Todo sábado a equipe reserva a primeira hora do treinamento para a escolinha, onde ensina os novatos como jogar futebol americano. O trabalho é feito com todos os novatos, independente de idade.

Neste ano a equipe tem 3 amistosos agendados com a outra equipe de Campo Grande, o Jacarés do Pantanal, sendo que o primeiro jogo da série ocorrerá em maio. No segundo semestre, a equipe planeja um amistoso Full Pads em Campo Grande.

Quem quiser conhecer melhor o Campo Grande Gravediggers pode ter contato através do website www.gravediggers.com.br ou do email contato@gravediggers.com.br.

Matéria postada em 05 de Março de 2011 no blog Imprensa FA Brasil.

Comentários (1)

Tags: ,

Vai começar o XII Carioca Bowl

Postado dia 28 de março de 2011 by Pedro Martinez

A 12ª edição do Carioca Bowl – Campeonato Carioca de Futebol Americano de Praia vai começar no próximo dia 2 de abril, um sábado, com um confronto entre o atual bicampeão, América Red Lions, e o Rio Islanders. A Federação de Futebol Americano do Rio de Janeiro oficializou a nova tabela do campeonato, agora com 10 times, nesta sexta-feira (25), pouco mais de uma semana antes da estreia.

Apesar de a desistência do Niterói Warriors ter forçado reformulações, a estrutura básica da competição continua a mesma: as equipes foram divididas em três grupos, cujos campeões se classificam automaticamente aos playoffs, junto às três melhores campanhas no geral. Os dois campeões de chave com melhor retrospecto avançam diretamente às semifinais. O Carioca Bowl XII, grande decisão, passou para o dia 21 de agosto.

O América Red Lions, campeão das últimas duas edições do torneio, abre o campeonato em casa, no Red Field (como é conhecido seu campo, na praia de Botafogo, em frente ao Edifício Argentina), contra o Rio Islanders, que participa da competição pelo segundo ano consecutivo. Ambas as equipes estão no Grupo C, junto ao Copacabana Titãs, que estreia no dia seguinte (domingo 3 de abril) contra o Ipanema Tatuís, do Grupo A. Os outros dois times desta chave, Rio de Janeiro Sharks e Falcões, se enfrentam na mesma data. O Grupo B, composto por Piratas de Copacabana, Botafogo Mamutes, Botafogo Reptiles e Ilha Avalanche, começa no fim-de-semana seguinte. Todos os jogos do Carioca Bowl deste ano terão início às 15h (horário de Brasília).

Fonte: Assessoria de imprensa da FeFARJ

Comentários (0)

Tags: , , ,

NFL Em Greve Pela 1ª Vez Desde 1987

Postado dia 14 de março de 2011 by Pedro Martinez

Acompanhe o texto publicado na sessão de colunistas do IG.com.br do comentarista Paulo Antunes, da ESPN a respeito da briga entre Associação de Jogadores e NFL que ocasionou uma greve da mesma, pondo em risco a Temporada 2011, e que terá decisão na justiça para definir o futuro.

Leia:

Depois de uma semana viajando de navio pela costa brasileira estou de volta.  Pena que ao voltar recebi uma notícia nada agradável: A NFL está em greve.  O esporte mais popular dos Estados Unidos está parado depois de muitas horas de negociações entre jogadores e os donos dos times.  Como eu já tinha postado, o grande impasse era o que fazer com os nove bilhões de dólares que a NFL tem de lucro anual. No ano passado, os jogadores ficaram com 4,8 enquanto os donos receberam 4,2.  Os proprietários quiserem um ajuste, mas um acordo não aconteceu.  Os dois lados até que negociariam, mas exatamente 185 milhões de dólares separaram ambos de chegarem a um novo contrato.

Eu admito que estava bem otimista em relação às negociações depois que a NFL concedeu duas extensões no prazo preestabelecido para acabar com esse impasse.  O primeiro prazo era até o dia 3 de março.  A NFL mudou de ideia duas vezes dando mais 24 horas (dia 4) e depois mais sete dias (dia 11).  Agora, como já especulávamos, o caso vai para o tribunal.

O QUE ISSO SIGNIFICA?

Os jogadores não têm mais um sindicato.  A NFLPA (Associação dos jogadores) foi dissolvida e não representa mais os atletas.  Com o sindicato, leis trabalhistas são aplicadas nas negociações. Agora, os atletas vão levar os donos ao tribunal e entrarão com um processo citando a violação da lei “anti-trust”(jogadores só podem processar na lei “anti-trust” SEM um sindicato).  Essa lei proíbe qualquer comportamento anti-competitivo (monopólios).  Atos que ferem a competição no mercado são ilegais.  Os jogadores vão falar que os donos estão se juntando (formando um monopólio) pra ferir o mercado.  Ou seja, os donos estariam se unindo pra prevenir os jogadores de ganhar mais dinheiro.  Isso, segundo os atletas, seria injusto.

Os jogadores Peyton Manning, Drew Brees, Tom Brady, Logan Mankins, Mike Vrabel, Vincent Jackson, Ben Leber, Osi Umenyiora, Brian Robison e o universitário Von Miller (que vai entrar no próximo draft) já falaram que seriam os queixosos no processo contra os donos.

O BOM E RUIM DE TUDO ISSO

O bom é que provavelmente teremos uma resolução.  Não há mais negociações.  O que o tribunal decidir é o que vai acontecer e ponto.  O ruim, é que o processo pode levar um bom tempo.  O tribunal pode chegar a uma decisão, mas sempre há um recurso de apelação que atrasa ainda mais o processo. Lembrando que durante a greve, times não têm contato com seus jogadores e todos os treinamentos são cancelados.  Eu sei que a temporada só começa em setembro, porém os preparativos já começam em março com a contratação de free agents, etc.

O COMISSÁRIO ROGER GOODELL MUDA SEU SALÁRIO

De 10 milhões anuais para 1 dólar anual.  Esse será o novo salário do comissário Roger Goodell!  Impressionante, né?  (Mas não precisam fazer nenhuma vaquinha pois eu garanto que ele tem um bom dinheirinho guardado).

Em janeiro Goodell e o advogado da liga, Jeff Pash, estavam tão confiantes que uma greve seria evitado que falaram que mudariam seu salário caso isso não aconteceria. Agora, os dois vão ter que lidar com 9 centavos por mês.

Se a greve continuar até Agosto outros funcionários de liga também terão de lidar com reduções salariais de 5 a 25%.  Os times também terão de tomar suas providencias.  O Kansas City Chiefs falou que seus funcionários encarariam uma redução de até 10% mas ninguém seria mandado embora.  O New York Jets pretende reduzir o salário dos treinadores (incluindo Rex Ryan) e o general manager Mike Tannenbaum por 25%.  A boa noticia para todos esses funcionários é que eles receberão todos os salários perdidos SE A TEMPORADA DE 2011 ACONTECER NA INTEGRA.

Será que temos uma luz no final do túnel?????

Comentários (0)

Tags: , , ,

Temporada NFL 2011 vai rolar? Pt.2

Postado dia 08 de março de 2011 by Pedro Martinez

E a novela da definição da ocorrência ou não da Temporada 2011 continua nos EUA. Acompanhe os detalhes de como anda isso no texto de Paulo Mancha, comentarista do BANDSPORTS, abaixo para o site Snap! Futebol Americano:

Bem, o prazo para um acordo foi prorrogado até a meia-noite de sábado. UPDATE: a nova data limite é setxa-feira, dia 11/3!

Isto é animador, na minha opinião. Significa que há avanços, que as partes não querem desistir da discussão e que pode não faltar muito para um acordo. Afinal, se as divergências fossem da ordem de milhas, e não jardas, ninguém se animaria a um overtime de apenas 24 horas. A presença, novamente, do negociador do governo, Goerge Cohen, também ajuda.

Muita especulação tem sido feita na mídia. Mas é só isso mesmo: especulação. Porque NFL e NFLPA estão mantendo os detalhes em absoluto segredo.

Os principais pontos, como todos sabem, são:

1) Divisão dos lucros (o futebol americano profissional gerou US$ 9 bilhões em 2010)
Os times querem uma parcela maior e os jogadores não aceitam isso.

2) Aumento de 2 jogos na temporada regular, indo de 16 para 18 por equipe
Os times querem; os jogadores, não, pois consideram um sacrifício muito grande.

3) Criação de um teto salarial para jogadores novatos
Ambas as partes aceitam a ideia, mas divergem nos valores

Se eu fosse obrigado a dar um “chute“, diria que:

a) Haverá outras prorrogações das conversas até a semana que vem.

Paulo Mancha (acima) aposta que tudo dará certo…

b) O acordo sai semana que vem, com os times abdicando da alternativa “1? (continuam com os mesmos lucros) e os jogadores aceitando a alternativa “2? (18 jogos). Isso porque, na minha opinião, nenhum time realmente “precisa” de mais dinheiro; a NFL vai bem obrigado; e, por outro lado, dois jogos a mais não matarão nenhum jogador – a gritaria contra isso é um exagero, ao meu ver, muito mais uma moeda de troca oportuna do que um repúdio verdadeiro por parte dos atletas (lembrem-se que 2 jogos de pré-temporada seriam extintos, segundo a proposta).

c) Eu continuarei me chamando “Paulo Mancha”.

Mas, como disse, essas minhas previsões estão mais para “feeling” do que para uma análise em cima de fatos. Pois os fatos estão escondidos nas salas de negociação.

Vejamos…

Comentários (0)

Anuncie Aqui

Fotos no Flickr

Veja + fotos

Anuncie Aqui
Curta o Diggers no FacebookAdicione o Diggers no Orkutsiga o Gravediggers

.

Fãs no Facebook